Do produtor para o consumidor

A partir de agora, este é o espaço onde pode encontrar tudo o que sempre quis saber sobre agricultura biológica.

"Alto da Trigueira" é notícia a nível nacional

Reproduzimos a reportagem alusiva à "Alto da Trigueira" e que foi publicada no "Diário de Coimbra" e no "Diário dos Açores", entre outros jornais. O texto é da autoria de Casimiro Simões, da Agência Lusa .

Alto da Trigueira na TVI

A TVI veio à Lousã falar com Filipe Sêco, o proprietário da "Alto da Trigueira". Nesta reportagem, o jovem agricultor fala da sua opção pelos produtos biológicos.

Mercadinho do Botânico novamente no Biosfera

Clicar na imagem para ver programa


O Mercadinho voltou a ser notícia no Biosfera, e naturalmente o Alto da Trigueira não podia deixar de estar presente.

Meat the truth

Eis um documentário daqueles que dão que pensar. Quem diria que um simples bife contribuiu mais para a ruína do planeta do que a volta de carro ao Domingo a passear a família. No documentário que se segue, a explicação é bem simples. (Vídeo dividido em 9 partes)

Fisalis


A fisalis (Physalis sp.) faz parte da Família das Solanáceas (tomate, batata, pimento, beringela, etc.). A fisalis compreende mais de 100 espécies conhecidas. Originária da Amazónia e dos Andes, a fisalis possui variedades cultivadas na América, Europa e Ásia. Possui um sabor levemente ácido e adocicado. Muito versátil, a fisalis é consumida ao natural e usada na preparação de doces, geleias, bombons e em molhos de saladas e carnes, aos quais acrescenta um toque exótico.
É uma planta arbustiva, com folhas aveludadas e triangulares, que pode chegar aos dois Metros de altura. As frutas são delicadas, pequenas e redondas, com a parte comestível protegida por uma delicada folha seca em formato de balão, assemelhada ao papel de arroz.

Fisalis

A fisalis (Physalis sp.) faz parte da Família das Solanáceas (tomate, batata, pimento, beringela, etc.). A fisalis compreende mais de 100 espécies conhecidas. Originária da Amazónia e dos Andes, a fisalis possui variedades cultivadas na América, Europa e Ásia. Possui um sabor levemente ácido e adocicado. Muito versátil, a fisalis é consumida ao natural e usada na preparação de doces, geleias, bombons e em molhos de saladas e carnes, aos quais acrescenta um toque exótico.

É uma planta arbustiva, com folhas aveludadas e triangulares, que pode chegar aos dois

Metros de altura. As frutas são delicadas, pequenas e redondas, com a parte comestível

protegida por uma delicada folha seca em formato de balão, assemelhada ao papel de arroz.

O Planeta agradece - Produtos biológicos

O Mercadinho do Botânico está mais bonito



Viva, caros amigos da Trigueira!
O Mercadinho do Botânico tenta crescer e tornar-se um sítio conhecido pelo maior número possivel de pessoas. Quem conhece gosta, porque tem o privilégio de encontrar produtos naturais, biológicos, trazidos até si por pessoas da terra, cultivados com o seu suor, como se da sua obra prima se tratasse. Há também a relação de cumplicidade e amizade entre o vendedor e o comprador, de confiança no que se vende e no que se compra.
O Mercadinho do Botânico está mais bonito com as suas novas tendas, situado num local bonito por natureza.
Resta convidar toda a gente e partilhar o Mercadinho do Botânico, todos os Sábados no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, junto aos arcos.
Até Sábado!

Época de sementeiras!


Viva!
No Alto da Trigueira é tempo se sementeiras. O tempo ainda continua frio mas é já tempo de continuar a preparar as futuras colheitas. As sementeiras são uma parte sensível do processo, uma vez que se correrem bem é meio caminho andado para colheitas generosas. Tenho andado um pouco desorientado com as melhores alturas para semear, uma vez ainda não consegui arranjar o Calendário de Agricultura Biodinâmica de 2009. O velhinho Borda d´Água quando o ia para comprar estava esgotado, tenho que o procurar novamente e com urgência, sempre me oriento um pouco, nem que seja só pelas luas.
Desde tomate da Basileia, tomate coração, pimento, passando pelos pimentos e acabando nos bróculos, só para escrever alguns, as sementeiras vão avançando a bom ritmo.
Para final do mês será a vez das abóboras, para que quando o frio tenha passado estejam prontas para sair do quentinho da estufa para o ainda fresquinho início de Primavera!

Até breve!

Partilhar nas Redes Sociais

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More